Policia
Tendência

Mirante da Serra: Audiência revela detalhes cruciais sobre o caso de homicídio-vídeo

Durante a audiência, a defesa de Daurene procurou demonstrar que ela agiu em legítima defesa, em meio a uma situação de aparente perseguição e ameaças.

Na última audiência de instrução e julgamento relacionada ao caso de homicídio ocorrido em Mirante da Serra no dia 21 de novembro de 2023, a defesa de Daurene Vitorino da Silva, advogado Odair José, trouxe à tona detalhes cruciais que podem mudar o curso das investigações. O evento, que durou mais de oito horas, foi palco de argumentações contundentes e revelações surpreendentes sobre as circunstâncias que envolvem o crime. Audiência correu na última segunda feira (15) no fórum da comarca de Ouro Preto do Oeste.

Daurene é acusada de homicídio duplamente qualificado, além de porte ilegal de arma, em relação ao assassinato do sitiante Tiago Constâncio Siqueira. Durante a audiência, a defesa de Daurene procurou demonstrar que ela agiu em legítima defesa, em meio a uma situação de aparente perseguição e ameaças.

Os advogados de defesa, conseguiram convencer o juiz a retirar duas qualificadoras importantes do processo: a qualificadora do motivo fútil e a qualificadora do recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Essa decisão pode impactar significativamente o desfecho do caso.

Segundo os relatos apresentados durante a audiência, Daurene estava vivendo momentos de grande apreensão devido a uma série de conflitos na região rural de Mirante da Serra. Alega-se que ela vinha sendo alvo de perseguição e ameaças, o que a deixou em estado de constante temor pela própria segurança.

De acordo com o Advogado Odair José, os representantes do Ministério Público e o assistente de acusação saíram insatisfeitos da audiência e decidiram recorrer da decisão do juiz. Agora, o caso será reavaliado em fase de recurso antes de ser marcado o julgamento pelo tribunal do júri.

fonte: ouropretodooeste.com

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo