Brasil
Tendência

Dinheiro doado para RS será usado para dar R$ 2.000 para famílias atingidas por chuva

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Comitê Gestor responsável pelas doações recebidas através do pix SOS Rio Grande do Sul definiu que cada família contemplada pela iniciativa receberá R$ 2.000. Até este sábado (11), as doações por essa modalidade somavam R$ 93.474.000.

Em nota, o governo diz que esse valor possibilitará o atendimento de mais pessoas.

Segundo o governo, caso sobre verba após os pagamentos, valores extras poderão ser depositados.
O governo aponta que os valores começarão a ser distribuídos para as localidade mais afetadas em que já seja possível iniciar trabalhos de recuperação.

O possível recebimento dos valores segue alguns critérios. Poderão receber o dinheiro pessoas desabrigadas ou desalojadas como consequência do evento climático ou, ainda, que tenham ficado desabrigadas ou desalojadas, mas já retornaram para suas casas; inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) ou no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF); que não sejam contempladas pelo programa Volta por Cima, do governo do RS, criado pelo Decreto 57.607, de 9 de maio de 2024; e com renda de até três salários mínimos.

Segundo o governo do Rio Grande do Sul, o cadastro para recebimento do dinheiro ocorrerá nos próprios municípios. O governo diz, porém, que buscará a criação de plataforma virtual de cadastro para agilizar o processo.
O pagamento será feito através de um cartão de débito pré-pago da Caixa, que será recebido pela família assim que ela for incluída no programa. O valor, porém, deve aparecer no cartão em até 24h.

Por fim, o Comitê Gestor do SOS Rio Grande do Sul também decidiu usar R$ 660 mil para compra e entrega imediata de 30 mil cobertores, obtidas de um fornecedor em Três Lagoas (MS).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo