Polícia prende marido suspeito de matar diretora de posto de saúde.

0
Foto Divulgação/Edna Braz Nóbrega de Lima, de 44 anos, diretora de um posto de saúde em Triunfo, distrito de Candeias do Jamari (RO).

Um homem foi preso nesta terça-feira (4) suspeito de matar a esposa em julho deste ano. A vítima era Edna Braz Nóbrega de Lima, de 44 anos, diretora de um posto de saúde em Triunfo, distrito de Candeias do Jamari (RO). As investigações seguiam em sigilo.

A prisão foi confirmada pela delegada responsável pelo caso, Keity Mota. As investigações apontaram que Erivaldo Resende Menezes é o principal suspeito pelo crime. O assassinato aconteceu no dia 16 de julho.

Edna foi morta com dois tiros na cabeça dentro do carro, quando seguia ao trabalho na unidade de saúde.

Segundo Keity Mota, mais detalhes sobre como a polícia chegou a conclusão de que o marido da vítima é suspeito do crime serão dados na próxima quarta-feira (5).

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito foi encontrado na residência do casal no dia do assassinato e disse saber o que tinha acontecido com sua esposa. Porém, ele não tomou nenhuma providência.

O homem contou ainda que havia pedido para que Edna não fosse sozinha ao trabalho, após vê-la em uma conversa ao telefone em que a vítima estaria sendo ameaçada.

Ainda de acordo com a polícia, colegas de trabalho de Edna confirmaram que ela estava sofrendo ameaças de um ex-funcionário, mas que nenhum boletim de ocorrência havia sido registrado.

Em julho desse ano, três pessoas foram ouvidas pela polícia, sendo duas declaradas suspeitas de terem ligação com o crime. Na época, as identidades dos dois suspeitos não foram reveladas. Mesmo com álibis, a possibilidade de serem mandantes do crime ainda não havia sido descartada.

O assassinato foi investigado como execução, pois os tiros foram efetuados a curta distância.

Fonte: O Observador

comente

COMPARTILHAR