Pit stop contra queimadas urbanas é realizado em Ouro Preto

0

Agentes da Sedam,  Corpo de Bombeiros, do departamento do Meio-Ambiente e Secretaria Municipal de Turismo e da Superintendência de Turismo de Rondônia – Setur além de representante da Associação Brasileira de Agencia de Turismo estiveram na Avenida Daniel Comboni, centro de Ouro Preto do Oeste, entregando panfletos e esclarecendo quanto aos prejuízos das queimadas urbanas.

O motorista Elvis Carlos Mendes, que recebeu as informações da equipe disse que é uma ação válida para diminuir os problemas do clima. “Nessa época o clima é muito seco, ações como essa chamam a atenção para as doenças respiratórias que podem ser causadas pelas queimadas urbanas.

“Estamos chamando a população para se ater para a questão das queimadas, pois nesses meses de setembro e outubro os focos são maiores e pedimos para que faça denúncia pelo 08006471150 ou pelo Corpo de Bombeiros através do número 193”, alerta Braz Paganini chefe do departamento de Meio-Ambiente da prefeitura de Ouro Preto do Oeste que recomendou a população não fazer fogueiras e também não jogar pontas de cigarros em áreas verdes, principalmente nas estradas , não colocar fogo nos lixos acumulados, não colocar fogo em qualquer capim seco.

Queimadas urbanas

As queimadas urbanas ocorrem principalmente para a queima de lixo doméstico, folhas e para a limpeza inadequada de lotes baldios. Elas causam poluição, danos as redes de energia e telefone, doenças respiratórias como asma e rinite, além de aumentar o calor. As fumaças causadas pelas queimadas, além de desagradável podem conter substâncias tóxicas consequente a isto. E o fogo é outro agravante preocupante, pois acaba espantando para dentro das residências animais como; cobras, escorpiões, aranhas e ratos que vivem nos quintais e lotes baldios.

Problemas causados pelas queimadas

As queimas provocam mudanças nas propriedades físico-químicas e biológicas do solo, o que diminui sua qualidade produtiva. As fumaças provocadas pelas queimadas podem emitir gases tóxicos com propriedades cancerígenas, além de aumentar as doenças respiratórias. A queima também contribui para o aquecimento global, influindo diretamente nas condições climáticas, alterando, principalmente, a qualidade e o período das chuvas.

Consequências das queimadas

As principais consequências das queimadas são: Impacto na atmosfera, impacto no solo, perda da biodiversidade, desequilíbrio ecológico, impacto na fauna, impacto na saúde humana e prejuízo financeiro.

Queimada é crime

Realizar queimadas é crime, na medida em que infringe o artigo 54, da Lei do Meio Ambiente (Lei Federal 9 605, de 12/2/98). O artigo reza que “é crime causar poluição, de qualquer natureza, em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora”. A pena é de reclusão, de um a quatro anos, e multa.
Além de degradar o meio ambiente, devido à alteração da fauna e flora locais, os incêndios em vegetação contribuem para o aumento das médias de temperatura, prejudicam a qualidade do ar, gerando graves problemas respiratórios na população.

Caso o crime seja considerado culposo (ou seja, a pessoa poluiu sem que tivesse a intenção deliberada de poluir), a pena será a detenção, de seis meses a um ano, e multa. Igualmente, provocar a queima, por ato de vandalismo ou com finalidade econômica, gerando poluição, também é crime. Por outro lado, provocar incêndio é crime inafiançável, segundo o artigo 250 do Código Penal.

O conjunto do forte calor associado ao tempo seco tem favorecido as queimadas urbanas. “A população não pode pagar o preço da irresponsabilidade de alguém que chega num terreno baldio ou nas margens das estradas e coloca fogo. O assunto é batido, mas o crime é recorrente”, advertiu o prefeito Alex Testoni um incentivador da campanha.

A Organização Mundial da Saúde faz algumas recomendações para evitar diversos problemas de saúde como complicações alérgicas e respiratórias, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele e irritação dos olhos. Neste período de seca é preciso evitar exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre as 10h e 16h, evitar aglomerações em ambientes fechados e usar soro fisiológico para os olhos e narinas.

Fonte: OuroPretoOnline

pit stop4 pit stop3 pit stop2

comente

COMPARTILHAR