Ouro Preto: vencedores do MILSET Brasil 2016 são homenageados com moção de aplausos

0

Os alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio 28 de Novembro, Francis Nepomuceno Souza Junior, 13, Maurílio da Silva Lenk Júnior, 12, e Ester Icidici Leal Furtado, 12, juntamente com a Coordenadora e Professora Maria das Graças Lopes foram homenageados na noite desta última segunda-feira (30) na Câmara Municipal de Vereadores de Ouro Preto do Oeste através de moção de aplausos de autoria do parlamentar Peragibe Felix (PMDB).

A homenagem mais que merecida foi concedida aos alunos e à professora por terem conquistado o 1° lugar na categoria em que competiram durante o Movimento Internacional para o Recreio Científico e Técnico (MILSET 2016) onde apresentaram o protótipo de triturador de para-brisa de vidro laminado, que tem a finalidade de separar o vidro da película de Polivinil Butiral (PVB). O evento ocorreu nos dias 17 a 20 de maio na cidade de Fortaleza (CE).

Emocionada, a professora Graça, como é carinhosamente chamada pelos alunos, ressaltou o quanto foi gratificante ter sido a coordenadora dos três pequenos inventores, que representaram com muita distinção o município de Ouro Preto do Oeste e o estado de Rondônia, obtendo o 1° lugar mesmo concorrendo com projetos de vários Estados do Brasil e de diversos países.

A Coordenadora destacou que esse sonho só foi possível graças ao Juiz de Direito Haruo Mizusaki, que também credenciou a equipe a participar e representar Ouro Preto do Oeste e Rondônia na Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (FENECIT) que acontecerá no final de setembro deste ano em Recife, e na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC) em outubro no Estado do Rio Grande do Sul.

O vereador Peragibe Felix (PMDB) agradeceu aos demais parlamentares por terem aprovado as Moções de Aplausos de sua autoria e parabenizou os alunos e a Coordenadora pela conquista. Na oportunidade o edil também discursou sobre a importância da ajuda concedida pelo Juiz Haruo Mizusaki e argumentou que sem esse apoio o sonho dos pequenos cientistas não teria se realizado.

Ao utilizar a Tribuna, o Magistrado explicou que inicialmente achou que não seria possível aprovar a ajuda financeira para que os alunos fossem a Fortaleza, mas que no momento em que viu o projeto decidiu dar um voto de confiança. Haruo parabenizou os alunos e a Coordenadora por ter elevado o nome de Ouro Preto do Oeste e de Rondônia a nível nacional e lembrou que não é qualquer pessoa que recebe uma Moção de Aplausos.

O juiz, ao finalizar seu discurso fez questão de frisar que a homenagem através das Moções de Aplausos sirva de estímulo aos demais professores e alunos, e que sempre busquem o melhor para todos e nunca desistam. Recomendou aos estudantes que continuem firmes e fortes na educação, pois o país precisa de pessoas assim.

5(1)

Fonte: GazetaCentral

comente

COMPARTILHAR