Ouro Preto: Guilherme sagra-se vice-campeão nacional de karatê

0

Após ter sido campeão nos Jogos Escolares de Rondônia (Joer), edição 2016, o jovem karateca Guilherme de Oliveira, de apenas 14 anos, fez bonito e representou muitíssimo bem o estado de Rondônia e, principalmente, Ouro Preto do Oeste, em nível nacional. Durante o IV Campeonato Nacional Esportivo de Karatê Interestilos, sagrou-se vice-campeão na modalidade katá individual. O promissor atleta também subiu ao pódio em terceiro lugar na categoria kumitê individual.

O evento ocorreu entre os dias 10 e 13 de novembro, no Ginásio Poliesportivo de Lauro de Freitas, na cidade de Salvador, sendo promovido pela Federação Baiana de Karatê Interestilos (FBKI). O Estado de Rondônia alcançou o 4° lugar na classificação geral com 35 medalhas, competindo com 30 atletas.

Nas modalidades katá e kumitê, ambas individuais, Gui, como é carinhosamente conhecido, competiu com atletas de 14 e 15 anos, de 50 a 55 quilos, de faixas vermelha e laranja.

Descaso

Mesmo representando Rondônia e o município de Ouro Preto do Oeste, Guilherme não recebeu qualquer apoio financeiro do poder público municipal e tampouco estadual. Para que o atleta não ficasse de fora do campeonato, a mãe do vice-campeão, Claudiane Lázara de Oliveira, buscou patrocínios no comércio local e até mesmo promoveu uma rifa para custear as passagens do filho.

Claudiane fez questão de citar os patrocinadores de Guilherme e destacou que sem esse apoio seu filho não poderia ter participado e realizado esse sonho. As empresas e pessoas que se dispuseram a apoiar foram: Azulão Malhas, Hospital Mater Dei, Cacau Show, Dr. Cristiano Andrade, Estância Gomes, Deputado Estadual Marcelino Tenório, Cabeleireiro Ada Almeida, Cia de Rodeios Santa Bárbara e o site Gazeta Central.

Foto: Gazeta Central

Foto: Gazeta CentralAs medalhas que Guilherme conquistou, prata e bronze nos jogos nacionais e prata na copa Blue Ray

Mais conquista

Mal chegou de volta a Rondônia, Guilherme já participou da 1ª Copa Blue Ray de Karatê, realizada na escola municipal Mário Quintana, na cidade de Ariquemes. Como não poderia deixar de ser, o papa-medalhas ouropretense classificou-se em segundo lugar na modalidade katá, onde competiu com karatecas de 50 a 55 quilos, de faixas branca e verde.

A participação de Gui na Copa Blue Ray visou somar pontos para ser bem ranqueado e, com isso, pleitear uma bolsa-atleta estadual, bem como conquistar uma vaga para a seletiva do Campeonato Brasileiro de Karatê 2017.

Karatê nos Jogos Olímpicos

O Comitê Olímpico Internacional (COI) incluiu a modalidade de karatê nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Assim, os karatecas classificados nos próximos Joers, provavelmente, passarão a participar dos Jogos Escolares da Juventude – COB, e provavelmente receberão o mesmo apoio que os demais atletas de outras modalidades esportivas.

Karateca Guilherme de Oliveira, de apenas 14 anos. (Foto: Gazeta Central)
Fonte: GazetaCentral

comente