Enquete

Como você avalia a virada de ano na Praça da Liberdade?

Excelente
Bom
Ruim
Péssimo


Classificados
Classificados

Notícias
Notícia publicada em 20/09/12
 
Ouro Preto é a primeira estância turística de Rondônia
Belezas naturais, paisagens que mais parecem obras primas pela leveza e delicadeza da harmonia das cores transcende uma tranqüilidade sem igual em Ouro Preto do Oeste
 
Ampliar

Belezas naturais, paisagens que mais parecem obras primas pela leveza e delicadeza da harmonia das cores transcende uma tranquilidade sem igual em Ouro Preto do Oeste, localizado a cerca de 300 km de Porto Velho, Capital de Rondônia, o município se tornou a primeira estância turística do Estado e visa fomentar o desenvolvimento da região através do setor.


A definição e enquadramento de Ouro Preto do Oeste como estância só foi possível após a aprovação da lei complementar nº 664, de 07 de maio de 2012, de autoria do deputado Estadual Jaques Testoni (PSD) e que estabeleceu os requisitos mínimos para criação de estâncias no Estado e emissão do título concedido pelo próprio governo estadual através da Secretaria de Turismo (SETUR). Os municípios com essa classificação poderão receber aportes financeiros específicos para incentivo ao turismo.

A iniciativa do parlamentar para criação da lei surgiu da necessidade de fomentar a economia da região que depende deste setor para impulsionar o crescimento do município, uma vez que não há indústrias instaladas em Ouro Preto do Oeste e conseqüentemente poucas vagas de emprego, exceto pelo comércio varejista. “Industrialização do município vai demorar. O turismo tem um potencial que pode ser explorado antecipadamente e gerar empregos”, afirmou Jaques. A expectativa é gerar até 500 vagas para prestação de serviços do segundo setor, ou seja, pessoas habilitadas para receber os visitantes.

As características específicas para definição de um município como estância estabelecido pela lei são: localidades beneficiadas por recursos naturais e paisagísticos, medicinais, históricos, cachoeiras, lagos, rios, florestas tropicais, bosques e parques municipais que garantam um fluxo constante de turistas além de dispor de uma estrutura razoável para receber esses turistas como restaurantes, hotéis, hotéis fazenda, além atrações para esportes radicais.

Outros municípios de Rondônia com potencial para o desenvolvimento do ecoturismo são: Porto Velho, Guajará Mirim, Vilhena e Ji-paraná. O parlamentar explica que para esses municípios serem classificados como estâncias deverão apresentar projeto à SETUR que encaminhará os técnicos para avaliação e classificação.

Os recursos destinados para estruturação de Ouro Preto do Oeste serão liberados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDS) através de parceria com o governo do Estado, na ordem de R$ 10 milhões.

 



Fonte: ALE-RO
Autor: ASCOM
Ampliar
Comentários Facebook
 
Comentários
 

Nenhum comentário nesta notícia!

Nome:
E-mail:
Cidade/Estado:
Comentário:
  Máx: 500 caracteres | Digitados:0
 


Classificados

Parceiros


Desenvolvimento de Websites