Em busca do 10º título, Ji-Paraná apresenta elenco para a temporada 2019

Em cerimônia bastante concorrida no Espaço Saint Germain, neste sábado (5), o Ji-Paraná Futebol Clube apresentou à Imprensa, à comunidade esportiva e à cidade o seu novo plantel composto da comissão técnica e jogadores .

Eles irão representar a cidade no Campeonato Rondoniense de 2019. O time está bastante renovado:o técnicos, o preparador físico e 18 novos jogadores foram contratados de outras equipes de outros estados. Veja quem são eles:

COMISSÃO TÉCNICA

Paulo Schardong: eleito o melhor treinador do campeonato rondoniense de 2016. Do seu currículo constam o título da Copa Nordeste em 2013 pelo Campinense e passagens por outros clubes como Castelo (ES), Sete de Dourados (MS), Flamengo (PI), Real Ariquemes (RO) e Villa Real Sociedad de Trinidad (RO).

Fábio Duzzi: preparador físico com trabalhos prestados ao Central (PE), Operário (MT), ao Democrata (MG) e na preparação das equipes sub-23 do Vasco da Gama.

Jair Silva: preparador de goleiros, campeão em 2011, com passagens pelo Espigão, pelo Genus e pelo Rondoniense.

Alex: massagista, com vários anos de bons serviços prestados ao Ji-Paraná FC.

Dr. Clavy: fisioterapeuta

JOGADORES

Goleiros: Rocha, Serjão, Isaac e José Victor (base)

Zagueiros: Marcelo Alves, André Morosini, China e Kauan (base)

Laterais: Tiago, Mateus Maia e Esquerdinha(base)

Volantes: Wanderson, Dourado, Johnatan, Fagner, Yuri, Adrian e Caburé (base)

Meias: Renatinho, Tity, Neném,Valderes e Leidson(base)

Atacantes: Ricardinho, Assis, Robinho, Cabixi, Douglas e Watthimem

Depois das entrevistas aos jornalistas, foi formada a mesa de honra com a diretoria eleita para o biênio 2018/2020, encabeçada pelo presidente do clube, Erivelto Holanda. Após as bençãos e oração encaminhadas pelo pastor Marcelo Rodrigues, Holanda foi o primeiro a usar a palavra. Ele se mostrou muito confiante porque o clube fez muitas e novas contratações, entre eles.

“Fizemos contratações com responsabilidade e muita cautela dentro e fora do campo (…) Trouxemos jogadores que preenchem os requisitos do compromisso com o clube e com a cidade (…) Todos são profissionais e estão aqui buscando ganhar honestamente o pão de cada dia para as suas famílias (…) Tudo isso só aumenta a nossa responsabilidade à frente do clube (…) Pedimos a Deus que os jogadores não se lesionem e que possamos contar com todos até o final do campeonato (…) Queremos demais o 10º título estadual. Sabemos que será o campeonato mais competitivo de todos os tempos aqui em Rondônia, porque as outras equipes também estão investindo e se preparando bastante”, concluiu Holanda, que foi eleito para dirigir o Ji-Paraná FC em dezembro de 2018.

Integraram a mesa de honra além de integrantes da nova diretoria o ex-presidente do clube, Paulo Moura; o vereador Arnica, que representou a Comissão de Esporte da Câmara Municipal; Pastor Marcelo Rodrigues;  Sérgio Souza da Silva, da Cresol; Jumar (Academia Modelo do Corpo); e Agenor Macário.

O primeiro jogo do Ji-Paraná será no Biancão, dia 02 de fevereiro, contra o União Cacoalense.

QUEM CONDUZIRÁ O CLUBE NOS PRÓXIMOS DOIS ANOS

 

A diretoria eleita para o biênio 2018/20120 está assim constituída:

Presidente: Erivelto Santos Holanda

Vice-presidente: José Carlos Vitor

1º Tesoureiro: Leandro Ferreira Filho

2º Tesoureiro: Clavy Gomes Sales

1º Secretário: Osmar Farináceo

2º Secretário: Vilson Rodrigues Silva (Sucatão)

 

UM POUCO DE HISTÓRIA 

 

O Ji-Paraná Futebol Clube foi fundado em 22 de abril 1991. Logo em seus dois primeiros anos de existência o time conquistou dois títulos do campeonato estadual; e o fez com os seguintes jogadores: Arapongas, Joélson, Cézar, Jaú, Oliveira, Cebola, Anísio, Lindomar, Sávio, Ademirzinho, Gersinho, Fábio, Da Costa e Itamar. Os técnicos destas conquistas foram Toninho Pastor e Toninho Funari, que assumiu a equipe na fase final do primeiro estadual.

O mascote do Ji-Paraná é o “Galo”, carinhosamente apelidado pela torcida como “Galo da BR”, o apelido do time, e que apareceu pela primeira vez no estádio no jogo contra a Ferroviária de Porto Velho, em 21 de abril de 1991.

A equipe fo campeã do Rondoniense nestes anos:1991, 1992, 1995, 1996,1997, 1998, 1999, 2001 e 2012.

Por Marcos Lock / Reporter RO

comente