Eleições em Ouro Preto “Quem tiver votos sobreviverá!”

0
Foto: divulgação

No próximo dia 20 de julho iniciará o prazo para que os partidos que vão concorrer nas eleições de 2016 realizem suas convenções, se estendendo até o dia 05 de agosto. Em Ouro Preto do Oeste, não tem nada decidido, muita coisa ainda poderá acontecer, muitas surpresas ainda poderão está reservadas para os últimos capítulos.

Quem diz que é pré-candidato poderá não ser, quem hoje esbanja apoios, poderá perder-los. Política não se faz somente com muito dinheiro, mas com o necessário. Este modelo de fazer política está ultrapassado, a Lava Jato prova isso, o político precisa mesmo é de votos e do apoio do povo.

Na parada para ser o próximo inquilino da sede do Poder Executivo municipal temos os nomes como pré-candidatos: vereadora Rosária Helena (PROS), que a priori tem o apoio declarado do ex-deputado federal Carlos Magno uma liderança nata e que pesa na balança, mas em compensação a nobre edil não tem ainda o apoio publicamente do deputado estadual Marcelino Tenório (PRP), que ao estilo mineiro (o parlamentar é de Bom Conselho – Pernambuco) não está nem ai para as especulações e prefere cuidar da sua vida parlamentar e empresarial enquanto os “cientistas políticos”, fazem suas previsões nada republicana e meramente especulativa digna de quem é “bananeira que já deu cacho”, na certa o deputado está esperando quem é menos queimado perante a opinião pública para declarar o seu apoio.

Outro nome é do fiel escudeiro do prefeito Alex Testoni, Moizaniel Niva (PSD), e por mais que tente negar é o nome do alcaide da cidade que precisa fazer um sucessor da sua confiança e isso o ex-chefe de gabinete tem de sobra. O terceiro nome é do empresário do ramo de alimentação, Vagno Gonçalves Barros (PSDC), que segundo informações terá nomes de peso apoiando seu objetivo e para tentar fazer o que diz o ditado popular vem a turma do “Vai que cola”, com os nomes do empresário do ramo de prestação de serviço Marcos Antonio Marques o Marcos do Sucão ou Ranchão (PHS), o psicólogo e atuante líder Pedro Paulo de Carvalho (PMDB), jornalista e decano da imprensa rondoniense Roberto Gutierrez (PTB) e o presidente da Câmara municipal vereador Edis Farias (PSD), resumo da ópera todos terão que gastar muita saliva e sola do sapato, botina e sandália para tentar convencer quem é o menos pior para administrar Ouro Preto do Oeste a partir do dia primeiro de janeiro de 2017.

Fonte: Alexandre Araujo/ouropretoonline.com

comente