Diarista é achada degolada e com 12 perfurações na cabeça

0
Corpo estava no meio de capim, em Vilhena (Foto: Aline Lopes/ G1)

Uma diarista de 39 anos foi achada morta com um corte profundo no pescoço, nesta segunda-feira (19), em um terreno baldio de Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. Segundo o Instituto Médico Legal (IML), além de ser degolada, Daniela da Rocha Freitas sofreu 12 perfurações de algum objeto cortante na nuca e teve o crânio afundado por pancadas.

De acordo com o boletim de ocorrência, um dos moradores da rua em que está situado o terreno baldio contou que, por volta das 5h, ouviu os cachorros latirem. Ao averiguar a causa no lote abandonado, o homem deparou com o corpo da mulher no mato, próximo a um poste de madeira, já sem sinais de vida.

A polícia foi solicitada, fez diligências, porém, até o momento, o suspeito não foi localizado. A família de Elisangela identificou o cadáver na funerária e disse ao G1 que a falecida foi vista pela última vez na tarde de domingo (18).

“Nesse dia ela saiu de casa e não avisou ninguém para onde iria. Que eu saiba, minha irmã não tinha desavenças com ninguém, então nem desconfiamos o que tenha acontecido”, disse Márcia Freitas, irmã da vítima.

Conforme a PM, esse é o 45° homicídio registrado este ano em Vilhena. A Delegacia de Polícia Civil do município irá investigar o crime.

FONTE: G1/RO

comente

COMPARTILHAR