A importancia da familia na escola- por Prof. Polini

0

Chegamos a mais um final de ano letivo, graças a Deus com saúde, paz e principalmente discernimento para lidarmos cotidianamente com “A outra face da educação”, isto se deve à crescente onda que infelizmente vem ocorrendo nas escolas de maneira geral, onde a forma de criação de ALGUMAS crianças e ALGUNS jovens vem em desencontro à boa educação. O grande mal-estar gerado leva os próprios jovens a solicitar o ensino da ética, da moral,e da disciplina nas escolas, isso segundo uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Pará.

Estamos vivenciando a idade contemporânea, a era da globalização, e isto nos remete a estarmos inseridos em novos conceitos de atuação, mas e as nossas escolas, nossos servidores diante do quadro de grande desrespeito! Somos humanos e temos a necessidade de enfrentar, lidar com o problema, sempre buscando um caminho na correção de alguns desmandos. Isso reforça a importância da união entre família e escola, pois as escolas que são apoiadas pelos pais, são visíveis a busca de uma evolução de conhecimentos, aprendizado inovador, objetivos.

Por outro lado, temos locais que isso não está de fato acontecendo e as condescendências estão sendo substituídas pela imposição ao regimento as normas e principalmente aos limites. O que pude constatar como conseqüência da rebeldia infanto-juvenil, são crianças e jovens com características autoritárias e uma parcela trazendo para si a infelicidade, porque observam seus princípios ficando literalmente sem controle.

Façamos uma analogia com o método em que vem sendo utilizado em países como a China e o Japão, lá na contingência de educar crianças e os jovens que vêm de casa sem entender o significado de disciplina, criou uma escola que está se tornando famosa, comentada no mundo todo, a West Point, porém são mecanismos totalmente desaconselhados pela moderna pedagogia, para controlar meninos considerados “mimados”.

Já no Japão, o sistema de ensino valoriza muito corretos princípios tais como: a higiene, a pontualidade, a cooperação e o trabalho em grupo. Os estudantes são incentivados a desenvolver diversas tarefas que visam promover a constituir a responsabilidade, o respeito pelos mais velhos (relação Kouhai/Senpai) e o bem estar do grupo em que vive. É feito também uma divisão das tarefas e os estudantes ganham funções em diversas situações cotidianas, como no Kyushoku Touban (lanche escolar) e no Souji (limpeza das salas de aula). Nos esportes também é bastante incentivado dentro da escola para promover o bem estar físico e a lealdade do grupo.

Voltando para nossa realidade, observa-se que comportamento dos pais tem total influência no comportamento dos filhos(as). E que suas práticas/ações educativas interferem, positiva ou negativamente, na personalidade, caráter, atitude e na saúde mental dos filhos.

O Núcleo de Análise do Comportamento da Universidade Federal do Paraná (UFPR) revelou que os pais que passam pouco tempo com o filho e principalmente aos que não impões regras ou limites, evitando um mínimo diálogo, ou um carinhoso beijo e um apertado abraço, podem fazer com que as crianças tenham baixa auto-estima, estresse, dificuldade de se relacionar socialmente e até depressão.

Somos sabedores também que atualmente a ideia corrente é de que os pais são permissivos demais, que não pode educar como era antigamente. A presença da legislação assusta alguns, e estes estão deixando de impor regras e de demonstrar o controle familiar, lembrando que toda LEI tem direitos e deveres. Esta pesquisa revelou que 67% das crianças/jovens, cujos pais impõem poucos limites ou regras, apresentam baixo rendimento escolar. O difícil nesse acerto de situações é que os pais sempre acham que estão certos e os filhos é que são problemáticos, não percebem a relação de causa e efeito.

Educar é uma ARTE, mas precisamos de vocês senhores pais/responsáveis, assim nós servidores/educadores/gestores pedimos gentilmente que reflitam sobre as práticas educativas, participem mais da vida escolar de seu filho(a), venha constantemente na escola, compartilhe ideologias inovadoras que visam a melhoria na qualidade de ensino e aprendizado, isso certamente fará que problemas e sofrimentos diários, possam ser evitados.

Por: Prof. Polini

comente

COMPARTILHAR